Poesia BDSM

“Anoiteço e me vejo nublada
entre tempestades da alma
faço uma canção que entorpece
meus sentidos e sela minha imagem
face que se machuca, 
pedaços que se vão ao vento…
quem serei eu no meio disso?!
entre miados e poesias
entre belas faces e sonhos
passo noites sem dormir
e sonho pelos dias em que eu possa ver
essas tempestades se dissiparem
mais do que em palavras… ”
por Lorien El 
@Direitos Autorais Reservados
bondage BDSM

One Comment

  1. WALTER says:

    Muito bom!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *