Pequeno principe é o cazzo

Tu te tornas eternamente responsável pelo que cativas

É o cazzo!

pequeno principe é o catzo

Eu sempre achei que Saint Exupery desse cambalhotas no caixão quando estupidamente as pessoas associam uma frase da obra dele, à filosofia barata dos carentes de plantão.

Hoje eu ouvi um cara (que por sinal é padre) falar numa entrevista, sobre essas pessoas com uma clareza que eu gostaria de ter dito, então cito-lhe aqui. Assista o vídeo abaixo a partir de 6 minutos e 35 segundos e vai entender do que eu falo.

E ele diz exatamente o que penso: “os carentes de plantão me ameaçam com essas frases…”

O que isso tem a ver com BDSM? Ah! muito… pense a respeito, e lhe convido a comentar aqui o que acha.

2 Comments

  1. Ju says:

    Parabéns pelo post, foi muito feliz e oportuno. Concordo, tem muito a ver com bdsm. Quando li o post, três situações vieram à mente. A primeira refere-se àqueles que vivem apenas relações bdsm virtuais e acreditam que são plenos desta forma. Me pergunto, não seria este sentimento de plenitude um engodo criado pela própria mente carente de atenção e afeto? A segunda situação é a das mulheres e homens carentes emocionalmente que buscam na submissão receber toda a atenção de que necessitam. Em um primeiro momento, penso que até possam se sentir “completos” mas depois, passado um tempo a realidade bate à porta. Daí vem a dura constatação que foram verdadeiros fardos para os Tops e quando estes os liberam saem cuspindo marimbondos. E a derradeira situação, os Doms que são verdadeiros meninões mimados que buscam na dominação uma forma de encontrar alguém para continuar o serviço mal feito começado pelas suas mães. Estes são carentes de tudo, mas pricipalmente de afeto. Confundem tudo, fazendo de suas submissas verdadeiras rainhas e acabam sendo eles os dominados.

  2. marinha says:

    Boa noite Senhor! Conheci o Blog há poucos dias e foi muito bom ter ocorrido este encontro ao acaso e ver que existe BDSM de verdade para quem quer o conhecimento de verdade. Apesar de gostar muito do Pequeno Príncipe, está coberto de razão o erro que se comete colocando a responsabilidade das nossas escolhas nas costas do outro. Sds!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *