Fragmentos de uma relação bdsm | primeiro encontro

Submissa:
O primeiro encontro
O primeiro minuto foi eternizado no toque de suas mãos, antes era um misto de medo, ansiedade, suspense, excitação…

Depois de sentir seu toque um rodamoinho de sensações passaram por mim, todas elas me deram um oi passageiro e foram embora, transformando tudo em um cenário iluminado…

E iluminado é a sensação mais confusa neste momento, em que meus olhos vendados nada viam….

Depois veio o som da sua voz, que invadiu a minha alma e cravou sua bandeira dizendo que não estava de passagem…

Som inesperado que surgia ao meu lado, que firmava que alguém muito desejado estava presente, sua voz arrepiava meu corpo e me conduzia… e eu me deixava guiar por ela …

Indefesa e limitada a fazer o que a sua voz me dizia…

Sempre esperei por um momento único, nunca imaginei como ele seria, apenas queria que ele fosse único, pensado e criado por alguém que entendesse que cada minuto é especial e é isto que faz com que se eternize…

O cuidado, o carinho, o respeito, a possessão, a dominação… me renderam… e me tornei, ao entrar por aquela porta… sua submissa.

Clamando pelos seus olhos… e sendo iluminada pelo seu toque e sua voz… vejo que o que vem de ti me é suficiente… e não preciso de nada que não queira me dar e sou absolutamente escrava e dependente do que me dá com amor…

Triste hoje não é não ver seus olhos ou a luz do quarto… mas sim não ouvir sua voz a me conduzir…

 

Tem mais… bem mais!

4 Comments

  1. lady says:

    sempre fui dominadora mais na verdade sempre quis ser dominada

    • DOM Draconiano BDSM says:

      Olá lady,
      então por que não busca realizar seus desejos? Talvez você seja switcher, já pensou nisso?

  2. brida says:

    Um blind date!?

    está feliz, pleno, completo, iluminado, Dom Draconiano?

    saudações

    brida:.

    • DOM Draconiano says:

      é…
      felicidade é algo fundamental, completo? creio que nunca ficarei… mas chego perto e é isso que me deixa feliz. Iluminado sempre!

      Saudações.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *