Filme BDSM: Juiz SM (baseado em história real)

 Para assistir esse filme, você precisa ser um usuário cadastrado, por ser conteúdo restrito. É rápido, você se cadastra e e confirma clicando num link em seu e-mail e pronto….

Filme BDSM completo: Juiz SMFilme BDSM: Juiz SM (2009)

Legendado em português, mas com alguns acentos com prolemas, pois é uma tradução livre, não a legenda oficial. Mas o filme está numa ótima qualidade e você com certeza precisa assistir esse…

Sinopse:

SM Rechter (cujo título internacional é S&M Judge, ou “Juiz Sado-Masoquista”), é um filme belga de 2009, baseado numa história real que chocou a Bélgica em 1997.

O filme conta a história do juiz Koen, casado com Magda. Magda passa por uma fase depressiva, já que por anos ela escondeu um segredo/fetiche: ela é masoquista, gosta de sentir dor. Para salvar o seu casamento, o juiz Koen tenta uma última cartada: entrar no mundo S&M (Sado-Masoquista) para oferecer à sua esposa não apenas a satisfação do seu fetiche, mas preenchê-la como mulher, mesmo não sendo de sua natureza o sadismo.

Depois um tempo vivendo no mundo S&M, a vida privada do casal acaba sendo exposta, levando Koen a julgamento por entre outras acusações, agressão à mulher. A partir daí acompanhamos a luta do casal contra o preconceito e a falta de informação que imperam até (e especialmente) nos mais altos círculos da sociedade, enquanto que tudo o que eles gostariam é de serem deixados em paz.

sm-rechter-em-casa

Comentário sobre o filme encontrado na web que achei relevante:

Poucos filmes sobre o tema tem respeito assim pelos protagonistas, tratando eles como pessoas normais e que nada do que fazem sexualmente pode interferir na sua vida, diminuindo eles ou porcamente dando um plano de pessoas ‘anormais’. Esse filme é um exemplo bem construído de roteiro, de caso judicial, de entrega e devoção ao parceiro, algo que só vivendo se sabe como é. Linda a atitude performance da atriz, alias, uma ótima atriz.

Minha impressão sobre o filme:

Ótima abordagem, sem forçar, com boas imagens e boas cenas das práticas mesmo que breves,  retrata um detalhe importante sobre o preconceito com o mundo BDSM mesmo há poucos anos atrás… o fato de ser baseado em fatos reais é importante e gostei do filme pelo que ele pode mostrar para as pessoas que os BDSMers são pessoas comuns, que podem compor qualquer nível de classe social e estamos por aí… vivendo nossas vontades com liberdade. Já passou da hora de o BDSM começar a ser visto como algo normal e comum… pois não há porque associá-lo a algo doentio e nefasto, como se fosse restrito a um pequeno grupo de pessoas pervertidas, criminosas e drogadas…

Participe!

Seus comentários são bem-vindos e com certeza irão colaborar com nosso meio, que tal exprimir sua opinião a respeito?

 

Member Login

Ou se preferir, basta digitar a senha no vídeo abaixo e você assiste aqui mesmo… tem opção de tela cheia inclusive.

sm-rechter-no-clube

 

5 Comments

  1. Cássia says:

    Fantastico e ainda me pergunto,como pode as pessoas se fechadas para esta questao ainda?sera que testaram?ou ao menos tentaram saber algo proximo?Deveriam ter mais filmes assim….parabéns….

    • DOM Draconiano says:

      Obrigado pelo comentário. Acredito que a maioria das pessoas que se fecham, é por preconceito.

  2. rosy says:

    Filme maravilhoso. Desperta sentimentos contraditórios: admiração pela cumplicidade que o casal desenvolve e ódio por essa sociedade hipócrita que levanta “bandeiras” em defesa daqueles que julgam “mais fracos”, mas sem de fato, ouvi-los ou ter respeitos por suas opiniões. Em nenhum momento os sentimentos de Magda são de fato considerados pela corte. Sua versão não é de fato, ouvida, a ela foi imposto o título de vítima. Pessoas hipócritas que naturalizam violência domestica e condenam gostos diferente. Sociedade machista e patriarcal que se acham donos dos corpos (principalmente das mulheres), decidindo o que é ou não permitido no tocantes aos prazeres. Fantástico! REcomendo!

  3. CALIENTE says:

    Adorei o filme. Quero assistir.

  4. Luna says:

    Gostei muito do filme pois nos mostra o quanto a sociedade nao esta preparada para entender o SM. Ele (e ela) foram julgados e condenados sem terem chance de explicar o que sentiam ao praticarem o SM e o quanto fazia bem a relação a dois.
    Vale a pena assistir.
    Bjs
    Luna

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *