Poesia BDSM – Intenções

Mais uma poesia BDSM que há tempos recebi

E venho compartilhar com vocês:

poesia-bdsm

“As intenções…
vão além do limite que imagina
Me faça me curvar…
e me ponha a mercê de seu domínio
Vendada e amarrada…
Me tome e me guie
sele minha alma
marque minha carne
enquanto bebe de meu gozo
Meu prazer esta em servir
suas vontades mais insanas.”

Lorien El @Direitos Autorais Reservados

read more

Entrevista BDSM – Heitor Werneck do Projeto Luxúria

Entrevista BDSM decente

Quem já leu algo dos meus posts, percebeu que eu sou crítico e desbocado. E valorizo muito as pessoas que tive a sorte de conhecer, que têm postura, caráter e espírito de colaboração.

Heitor Werneck é um desses caras… Ele produz o Projeto Luxúria, é conhecido no meio, mas acima de tudo, é uma pessoa que vale a pena sentar do lado e bater um papo, seja profundo ou superficial, sobre BDSM e pessoas. Sim, pessoas… Porque entender melhor o BDSM, depende absolutamente de seu olhar sobre as pessoas.

Abaixo o vídeo com duas partes da entrevista do TV Luxúria, que recomendo assistir. Este é com a Hot Mahara, uma Domme profissional.

Desfrute e compartilhe, e mais importante: Deixe sua opinião também!

 

read more

Por um mundo mais “igual”

Ser igual, para ser diferente

Eu fui à festa BDSM no dia 24/07, no Projeto Luxúria, do querido Heitor, da qual eu falei neste link. Mas isso eu vou escrever depois, para contar como foi.

Hoje venho escrever que assisti a um making of que o Heitor (do Projeto Luxúria) participou, e que eu adorei a ideia, e acho que precisamos de pessoas que abram a cabeça e comecem a ver as coisas mais claramente, com mais respeito e humanidade. Chega de tanto preconceito e estupidez. E eu não perco essa exposição, vamos?

read more

Mais poesia BDSM

velas blind vendas BDSM“Vou te provocar até você gozar com minha dor que te dou vem me abrir e sinta nossa brincadeira de luxo da luxuria que grita a nos chamar se me ama ou me odeia esta aqui junto a mim para brincar de quero mais você sabe o que tem que fazer me pegar e me ter em suas mãos afinal tenho sido um anjo mau que esta a sorrir com sua perversão salivo de desejos e te deixo fazer o que quiser… sinto seu gosto e nunca sera o mesmo uma noite basta… apenas pra começar nosso lado selvagem.”

por Lorien El @Direitos Autorais Reservados

read more

Rape play

rape-playRape play é uma prática de estupro consentido

Há alguns anos eu me interesso por práticas e comportamentos que são um tanto difíceis de se entender à primeira vista. O estupro consensual é uma dessas… E já a pratiquei algumas vezes, por eu gostar de blind date, o rape play acaba trazendo elementos muito parecidos e anda em paralelo com a prática.

É preciso antes de tudo deixar claro que é uma prática CONSENSUAL, não é um estupro real, nada é feito contra a vontade das partes envolvidas.

Eu sempre tenho conteúdo guardado para publicar, poemas, fotos, filmes, vídeos, artigos, mas minha falta de tempo acaba adiando isso. Há alguns anos eu li um post no Orkut, exatamente sobre o rape play, que com uma visão de leigo, explica superficialmente, mas pode servir para abrir uma discussão calorosa a respeito do tema.

Segue na íntegra:

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Por: Isy Sousa (10 de novembro de 2014)

Você sabe o que é Estupro Consensual?

Que Estupro é hediondo eu NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA, mas também sei que muitas mulheres têm essa fantasia, que nesse caso é o “estupro consensual”.

Tem uma comunidade no orkut onde alguns participantes dão a sua opinião do que vem a ser essa prática: “Pelo que entendemos é um falso estupro, combinado entre as partes, e desempenharem seus papeis como se fosse verdadeiro”. “É O Faz DE CONTA DE UM ESTUPRO SÓ QUE COM PERMISSÃO”.

Na minha opinião é mais uma das fantasias que envolvem o sexo e embora muita gente não entenda…Bom, eu também não entendo ainda muitas coisas e nem por isso elas deixam de existir…E de serem reais.

Se o estupro é uma violência traumatizante pra uma mulher, porque o estupro consensual dá prazer? Porque o cérebro sabe que é UMA FANTASIA, uma situação simulada que não tem comparação com a violência que ocorre quando uma mulher é pega a força, sem desejar o ato.

No estupro o não É NÃO, na fantasia o NÃO é apenas uma fala do roteiro que aquela fantasia necessita pra se desenvolver e que não tem relação com o que MUITOS estupradores alegam quando dizem que quando uma mulher diz não, está querendo dizer…

Eu estava falando com um amigo dia desses e conversávamos sobre isso. No dia seguinte ele me mandou um texto simulando uma situação assim…

O texto contem algumas abreviações, mas achei melhor deixar assim, como me foi mandado…Deu uma narrativa mais “real” (além de que isso aqui não é aula de português, claro…rs)

MAS não esqueça que não estamos falando de “estupro” como crime e sim de uma FANTASIA adulta realizada por dois adultos de livre e espontânea vontade.

Uma fantasia que você tem todo direito de não curtir… De não se excitar.

No início do texto ele me contou que é meu namorado e que estou voltando tarde da noite pra casa de ônibus… Ele está me esperando no ponto de ônibus… Começo a andar em direção a casa…O lugar está deserto então ele chega por trás de mim…

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Creio que o restante da cena, vocês possam completar… Inclusive, se alguém quiser enviar uma continuidade, posso publicar aqui com prazer.

Eu diria que a prática está mais ligada a SM, e que a pressão psicológica pode ser elevada, se uma cena for bem feita. Os riscos são os comuns das práticas SM e as possibilidades de cenas são infinitas.

Um exemplo bom do que pode ser feito está num vídeo que postei há algum tempo neste link sobre BDSM na fazenda. (conteúdo para assinantes)

Que tal debatermos sobre isso? Alguém quer falar sobre suas experiências com rape play, ou mesmo vontades? Pode dar sua opinião contrária ou a favor, elas serão publicadas, desde que haja respeito.

read more

Discussões um tanto estranhas sobre o BDSM

Ser submissa ou ser uma ursa?

Lendo uma discussão sobre o que é submissão e me deparo com isso abaixo:

“A ursa americana, qdo chega a época de acasalamento procura o macho mais forte e poderoso e o ataca. E ela luta o mais ferozmente possivel. Caso esse nao a domine e subjulgue nao a tera. Caso seja mais forte q ela e a derrote, essa tera condicoes de a defender o proteger, e a prole, alem do q ela faria so. Por a do.inar ela se sente, apesar de machucada, segura, confiante, solida.
Estar com quem a domina adiciona conforto. Soma. O queva domina adiciona e por isso ela se entrega”

Mantive os erros de “digitação”, e forma de escrita. Foi copy+paste mesmo.

E comentários assim me fazem pensar como as pessoas são estúpidas. Queria dizer muita coisa sobre isso, pois meu pensamento voa e urra por algo que fincaria uma estaca no peito de um apedeuta desses. Claro, sobre BDSM.

As pessoas insistem em procurar uma explicação, como que um pretexto por serem do meio. E é tão frequente o pensamento medieval (e olha que adoro contos medievais! Mas pensamento retrógrado não me cai bem…), que eu não sei se vomito ou se rolo de rir.

Bom, não vou escrever mais sobre isso neste post, só quis mesmo compartilhar minha desaprovação. Respeito pontos de vista, mas não concordo com este. Não temos nada de ursos. Fui educado, pensando na máxima que se não for uma crítica para adicionar algo, melhor me calar, mas a minha resposta para essa pessoa deveria ser mais ou menos assim:

-Cala a boca!

E tenho dito.

PS.: coitadas das ursas americanas submissas.

read more