Hipnose no BDSM

Hipnose no bdsmHá algum tempo eu tenho estudado e trabalhado com hipnose. E como faz muuuito tempo que não posto algo por aqui, resolvi escrever algo a respeito.

A hipnose, bem como o bdsm, é cercada de mitos e preconceitos, e; apesar de ser uma ferramenta sensacional para tratamento de fobias, traumas e outras tantas coisas ligadas à psique, e ser algo muito antigo (há registros de hipnose no antigo Egito), muita gente ainda vê a hipnose como algo perigoso, ou mesmo, a vê com estranheza. E claro, tudo que não nos é claro, ou que não entendemos ou ignoramos, é mesmo estranho… Essa é a raiz da palavra!

A questão é que a hipnose é absolutamente segura, e se aplicada com conhecimento, pode trazer ótimos frutos para uma relação, seja ela bdsm ou não.

A hipnose e o bdsm

E a hipnose no bdsm é algo que me traz muitas, mas muitas ideias! Porque ela pode potencializar o que se sente, pode preencher a imaginação com algo que não está presente, trazer sensações novas, e inclusive é uma alternativa para pessoas que “não podem ficar marcadas”, imagine ser chicoteada e sentir a quantidade de dor que você suporta, no limite máximo, de forma absurdamente segura, na verdade, absolutamente segura, e não ficar com NENHUMA marca no corpo?! Pois é, com a hipnose isso é perfeitamente possível, você pode sentir as dores e sensações de uma surra, sem passar por ela fisicamente. E inclusive pode ficar com as dores por um tempo, como se estivesse se recuperando do spanking.

Soa interessante? Pois é… Eu já gostava de psicologia, comportamento e hipnose, mas depois que resolvi estudar e me formar em algo sério e bem estruturado a respeito, estou literalmente apaixonado pela hipnose.

E adoraria saber de vocês, quem já experimentou algo relacionado à hipnose. Escrevam! Será bem interessante compartilhar histórias aqui!

E, hoje vim trazer um filme, oriental, que usa a hipnose e o bdsm como tema, tem cenas de petplay lindíssimas, mas, é importante saber que ele tem uma mentira enorme sobre a hipnose: No filme, é possível hipnotizar a pessoa sem que ela queira. E na verdade, isso não é possível.

Mas entendo que para se ter o enredo mais excitante e interessante, fazer com que a hipnose pareça ser algo forçado, deixa tudo bem interessante. O filme não está em português, mas você vai perceber que assitir a um filme em japonês sem precisar entender o que é dito, e por duas horas! É absolutamente possível, e prazeroso.

O filme é reservado, não posso deixá-lo público, então para assistí-lo, você precisa ser cadastrado aqui no site.

Para assistir esse filme, você precisa ser um usuário cadastrado, por ser conteúdo restrito. É rápido, você se cadastra e e confirma clicando num link em seu e-mail e pronto…. Depois de logada(o), você verá uma linha abaixo com uma senha para abrir o link da coleção de filmes e vídeos no Vimeo.

Você precisa se cadastrar para ter acesso a este conteúdo.

Ou se preferir, basta digitar a senha no vídeo abaixo e você assiste aqui mesmo… tem opção de tela cheia inclusive.

https://vimeo.com/395804191

Filme online dublado: Ninfomaníaca 1

Ninfomaníaca (2014)

Não é exatamente um filme BDSM mas esbarra no tema

Ninfomaniaca Volume 1

Eu não considero exatamente BDSM, mas ele é classificado como tal, no meio. É um filme interessante, tem continuidade, que vou disponibilizar na semana que vem, e o fato de ter o relato das experiências sexuais da garota, e ela ter características do perfil idealizado das submissas, acaba fazendo-o esbarrar no tema.

Digo que não considero ser um filme BDSM porque ele mostra a as experiências sexuais da menina, mas não tem práticas do BDSM propriamente.

Mas recomendo assistir.

[box type=”warning”] Para assistir esse filme, você precisa ser um usuário cadastrado, por ser conteúdo restrito. É rápido, você se cadastra e e confirma clicando num link em seu e-mail e pronto….[/box]

[protected]Para assistir diretamente no Vimeo o link é: https://vimeo.com/405072991 e a senha é: draconiano [/protected]

Ou se preferir, basta digitar a senha no vídeo abaixo e você assiste aqui mesmo… tem opção de tela cheia inclusive.

https://vimeo.com/405072991

Assistir filme Enjaulada – PET (2017) online

Título original do filme: PET

De 2017, esse filme teve o nome traduzido para Enjaulada

Na minha opinião, o nome em português é muito mais preciso do que o título original. E não é BDSM, definitivamente.

Sempre vi esse filme indicado como um filme BDSM em muitos lugares, e apesar de existir outros filmes com nomes parecidos, como o The Pet, esse aí era sempre destacado, como sendo um filme BDSM, e começo a pensar que as pessoas que o indicaram assim, estão confundindo com algum outro que chama-se PET… Pois há outras ocorrências, enfim… Eu resolvi colocá-lo on-line para quem quiser assistir e ter a sua própria conclusão.

Eu fiquei decepcionado com o filme porque esperava que ele fosse temático, mas de PET não tem nada. E se alguém acha que a forma doentia que os atores interagem e mostram sua personalidade é algo que tem a ver com o BDSM, recomendo que se informe melhor, abra a sua mente e procure orientação, pois definitivamente esse filme só mostra a mente doentia de duas pessoas, que não incluem práticas bdsm, tampouco tem cunho sexual ou de dominação. Não se engane.

Minha nota pro filme (não por não ser bdsm): 4 (de 10).

Se você quiser assistir o The Pet, que não é o mesmo desse filme, vá para esta página: Assistir The Pet online.

Eu adoraria que vocês deixassem seus comentários a respeito, pois é um assunto polêmico quando é tratado neste nível.

[box type=”warning”] Para assistir esse filme, você precisa ser um usuário cadastrado, por ser conteúdo restrito. É rápido, você se cadastra e e confirma clicando num link em seu e-mail e pronto….[/box]

[protected]Para assistir diretamente no Vimeo o link é: https://vimeo.com/279126031 e a senha é: draconiano [/protected]

Ou se preferir, basta digitar a senha no vídeo abaixo e você assiste aqui mesmo… tem opção de tela cheia inclusive.

https://vimeo.com/279126031

OFF: Fantasia

Quando as fantasias extrapolam a coisa…

Eu trabalhei numa agência que era em cima de um sexshop, e na hora do almoço todo mundo da agência ia ao sexshop antes de voltar do almoço, para tirar um sarro, ver as novidades e tal… E sempre tinha na vitrine um daqueles manequins vestido com uma roupa temática… E me lembro que durante um tempo, uma roupa de oncinha ficou nesse manequim, e foi o período mais engraçado da volta do almoço… Passávamos por lá e ficávamos imaginando a cena:

Eu na cama, esperando a parceira entrar…
Ela entra e está vestida com o arquinho de onça, pintada à lápis com um bigode de onça e calcinha e top de onça e o MELHOR: uma calda enorme de onça, quase arrastando no chão, e na hora eu brochava.

Mas imagino que para muita gente, cenas como essa, podem ser sim excitantes. Tanto é que muitas cenas do BDSM para muito baunilha, ou até mesmo para muito bdsmer podem ser bem engraçadas.

E hoje eu assisti o vídeo abaixo, que ilustra bem essa questão:

Dominação Ideológica

Dominação Ideológica

A dominação ideológica é algo usado também no BDSM, e como eu gosto muito de filosofia, acabo sempre esbarrando em conteúdo que corrobora com o que penso, ou vivo no BDSM.

Importante deixar claro que não trata-se de uma prática BDSM, e que o exemplo mostrado aqui, só tem o intuito de fazer você pensar, não de ditar que exista algo assim, definido como prática do meio BDSM, ou que seja certo ou errado. Inclusive, quem me acompanha, já deve ter percebido que eu acho o certo x errado um conceito muito relativo. Mas sem mais delongas, aqui vai um conteúdo que eu gosto muito pelas definições claras e diretas que o Clóvis de Barros possui, e achei relevante compartilhar.  Note que é um conceito marxista, mas que se você parar para pensar, boa parte dele irá se aplicar a uma série de perfis de dominação.

Para quem não quiser ver desde a introdução  contexto (vale a pena), pule direto para 6 minutos e cinco segundos:

https://vimeo.com/220793578

Mas resumidamente, a dominação ideológica tem a ver com fazer o outro acreditar de tal forma num ideal, que ele passa por situações adversas, de forma satisfeita, sem se abalar… Porque ele acredita de fato que ele está ali porque DEVE estar lá… É como se a pessoa aceitasse algo porque culturalmente aquilo foi incutido na cabeça dele. E a pessoa não vê injustiça, defende ideal que não é dele, sem entender porque, de forma cega. E no BDSM, há dominadores mal-intencionados que conhecem de dominação psicológica e de dominação ideológica (que não é uma prática), e acabam fazendo pessoas virarem robôs!

Projeto Luxúria – Novo canal BDSM no YouTube!

Projeto Luxúria – Novo canal BDSM no YouTube! 

por Heitor Werneck

Recebi hoje uma nota de imprensa da publicação do canal do Heitor Werneck no YouTube, e como gosto muito do trabalho dele e do Projeto Luxúria, cá está meu quinhão:

BDSM é um acrônimo para a expressão ‘Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo’; um grupo de padrões de comportamento sexual humano. Até pouco tempo, tais fetiches não eram debatidos abertamente. Com o surgimento do fenômeno ’50 Tons de Cinza’, o BDSM ganhou os holofotes.

projeto-luxuria-heitor-werneckNo entanto, a realidade do universo fetichista é bem diferente da ficção. Um dos precursores do movimento no Brasil é o estilista e produtor cultural Heitor Werneck, que há dez anos lançou o Projeto Luxúria, uma das noites fetichistas mais consagradas do país.

Em comemoração a uma década da festa, o Projeto Luxúria acaba de lançar seu próprio canal no YouTube, a fim de desmitificar o BDSM. Quinzenalmente serão publicados vídeos com entrevistas de personalidades do meio, com aproximadamente dez minutos de duração cada.

Além de assinar o roteiro e a direção, Heitor Werneck também conduz a conversa. A primeira entrevistada é Domme Hot Mahara, que fala sobre empoderamento feminino, as responsabilidades de um dominador, a relação entre dominador e submisso, violência contra a mulher e feminismo dentro do universo BDSM.
O próximo entrevistado será com Toshi, mestre de amarrações de shibari (técnica japonesa de Bondage).

O link do canal é: https://www.youtube.com/channel/UC_yNxRPENdbx0X0e8r2NARQ

Eu já havia falado desse vídeo em questão neste link: https://www.dominador.org/entrevista-bdsm-heitor-werneck-do-projeto-luxuria/

Horse Burlesque

“Horses” neo burlesque de Mary Jane O’Reilly’s

Para os fetichistas de plantão, que curtem cavalos… Ou éguas…

Não é uma peça propriamente BDSM, mas tem a ver com alguns fetiches de petplay, e achei interessante compartilhar com vocês.

Diretor: Peter Salmon 2012
Música: Waldeck

The Pet (2006) – Filme BDSM completo on-line, legendado em português

The Pet (2006) – Filme BDSM completo on-line, legendado em português

filme-bdsm-the-pet-2006-completo-em-portugues

Para animar nosso feriado, afinal hoje é a “dupla sexta-feira” da semana, aqui vai um filme que é daqueles que faz a gente prender a respiração e pensar a respeito, e que vai excitar alguém, certamente. Trata-se de “petplay”, e por que está entre aspas? Porque não é exatamente assim que o petplay funciona no BDSM. Mas ele tem bons traços do conceito, com exceção à consensualidade, que no filme está um tanto distorcida, é daqueles que você quer assistir de novo.

O filme tem 94 minutos, o diretor é D. Stevens, ele está classificado como Drama e Thriller e é uma boa pedida para este feriado!

Eu adoraria que vocês deixassem seus comentários a respeito, pois é um assunto polêmico quando é tratado neste nível.

[box type=”warning”]  Para assistir esse filme, você precisa ser um usuário cadastrado, por ser conteúdo restrito. É rápido, você se cadastra e e confirma clicando num link em seu e-mail e pronto….[/box]

[protected]Para assistir diretamente no Vimeo o link é: https://vimeo.com/137549634 e a senha é: draconiano [/protected]

Ou se preferir, basta digitar a senha no vídeo abaixo e você assiste aqui mesmo… tem opção de tela cheia inclusive.

https://vimeo.com/137549634

Entrevista BDSM – Heitor Werneck do Projeto Luxúria

Entrevista BDSM decente

Quem já leu algo dos meus posts, percebeu que eu sou crítico e desbocado. E valorizo muito as pessoas que tive a sorte de conhecer, que têm postura, caráter e espírito de colaboração.

Heitor Werneck é um desses caras… Ele produz o Projeto Luxúria, é conhecido no meio, mas acima de tudo, é uma pessoa que vale a pena sentar do lado e bater um papo, seja profundo ou superficial, sobre BDSM e pessoas. Sim, pessoas… Porque entender melhor o BDSM, depende absolutamente de seu olhar sobre as pessoas.

Abaixo o vídeo com duas partes da entrevista do TV Luxúria, que recomendo assistir. Este é com a Hot Mahara, uma Domme profissional.

Desfrute e compartilhe, e mais importante: Deixe sua opinião também!

https://www.youtube.com/watch?v=rc0ei3zutk4

https://www.youtube.com/watch?v=FluLkthjGFE

https://www.youtube.com/watch?v=qRQ3wMeylT8