DOM da piada

Esta não é exatamente uma piada, mas poderia ser… ao menos me fez rir muito quando li.

Há pessoas que buscam problemas para si, e ou eu estou muito exigente e vendo coisas, ou as pessoas estão cada vez mais perdendo a noção das coisas.

Existem alguns sites brasileiros e estrangeiros que a comunidade BDSM troca informações e Às vezes alguns desses sites possuem um espaço para classificados. Eis que leio “SE AJOELHE…olhe meu perfil e me adicione no SKYPE” , desse jeito mesmo, sem tirar um espaço ou ponto. Este é o anúncio do DOMINADOR que busca uma submissa.

Enquanto não formos sérios, não é possível encontrar parceiros sérios! É de suma importância que se entenda o outro e faça-se entender… É preciso ser extremamente claro no que busca, saber o que busca e interpretar o que a outra parte tem a oferecer, pois são milhares de gostos, alguns muito malucos, que outro monte de malucos vai submeter alguém a fazer realizá-los. E esse é um exemplo MUITO claro de que as coisas não vão bem.

Humpf, ok… isso é só um desabafo. Mas que essa piada entristece, ah! isso é!

read more

Pseudo-dom ou embuste?

Ah! esse pato é ganso!

pseudo-dom

Em um bate-papo com uma amiga que é submissa e que busca um dominador que seja decente e respeitável, ela me passou um printscreen da tela de seu celular, com um pequeno trecho de um bate-papo com um pseudo-dominador. A intenção aqui não é criticar ninguém, basta ler o que o figura escreveu para entender do que falo, e isso me levou a escrever um pouco sobre esse tema tão presente em nosso meio.

O pseudo-dom vem à tona com muita frequência, bem como a pseudo-sub, mas isso é outra história e deve ser contada em outro momento. =)

Trata-se daquele cara que reúne uma gama de detalhes relacionados ao BDSM e que às vezes até acredita que misturar tudo e sair dizendo que já sabe do assunto, ou que gosta dessa ou daquela prática é suficiente para ser dominador. Eu mesmo já passei pela fase em que eu não sabia ainda se já podia me considerar um dominador, quando eu estava iniciando, e; obviamente achei que sabia mais do que de fato sabia. Acontece que há tipos de pessoas relacionadas a esse tema, que quero mostrar aqui. Primeiro o printscreen do pseudo-dom:

Pseudo-dom

Pseudo-dominador

Acredito que haja algo como esses tipos:

  1. o cara que vê sexo fácil no BDSM e que vai comer todas as vadias que são malucas e topam tudo, então ele lê uma coisinha aqui e outra ali, reúne as “palavras-chave” e com um pouco de cérebro, vai à caça. Mas o cérebro é tão preguiçoso, que com um pouco de atenção e cuidado, a submissa percebe que esse é o primeiro tipo de pseudo-dom que eu reconheço: o mané espertão (porque ele se acha esperto, mas na verdade…).
  2. o cara que acredita que ser dominador é mandar e a submissa obedecer, como provavelmente é o caso do pseudo-dom que escreveu à minha amiga sub acima, ele relaciona o BDSM apenas ao sexo, não tem a mínima ideia do que é servir e acredita que a submissa é uma garçonete. Ele também acredita, segundo suas próprias palavras, que o BDSM é um “complemento” à vida baunilha dele… porque entende que as pessoas vêm curtir um fetichizinho no meio, mas namorar de verdade, ou casar, só com baunilha… Este eu diria que é o: esclarecido #SQN. E acredito que é o cara que vai ter tanta preguiça de se informar para se aprofundar no assunto, que vai morrer na praia em breve… e vai perceber que o swing é um meio onde ele provavelmente vai ter mais sexo-quente do que em nosso meio, pois lá também ele corre o risco de uma garçonete resolver participar da suruba com ele.
    PS.: gosto do meio swing e não estou criticando o meio, mas a forma com que esse tipo de figura pode interpretar o meio que ele vê.
  3. aquele que está iniciando, experimentando, mas não é homem suficiente para ter a segurança de dizer que é iniciante, aí ele interpreta servir com: “trazer água, vinho, essas coisas…” hahahaha chega a ser hilário! esse aí de cima me deixou na dúvida se ele é o segundo o terceiro ou um mix dos dois… porque o pior: esse “iniciante mentiroso” vai se dar mal porque não se liga que não é por aí, e não vai passar do “iniciante”. Só pra batizá-lo também: dom-juvenil.

Algo que não pode-se confundir é prazer sexual com o prazer que o BDSM propõe. Porque “sexo hard” é mole, o difícil é o seu marido baunilha conseguir conciliar as coisas e suportar a situação pro resto de suas vidas, vendo-se “obrigado” a espancar a esposa e ser grosseiro com ela sem desejar isso, sem ter prazer com isso… aí a confusão com o prazer em dominar alguém que queira ser dominada e não forçada, e o prazer sexual com fetiches ou sexo mais apimentado… e acredite, sexo com bdsmer é igual ao sexo baunilha, se você não conseguir ver que isso é idêntico e que o prazer que sua relação bdsm traz é por outra questão, então você é mal comida ou seu dominador acredita que existe mesmo um manual onde está escrito que o DOM precisa ser assim ou assado. Pois bem, eu namoro minha sub, eu adoro fazer as vontades dela, gosto das coisas do meu jeito, mas não vejo o bdsm como um extra em minha vida, e tornar viável que sua relação seja plena e feliz, é parte do que precisamos entender: BDSM não é algo fora da realidade, é possível conviver com tudo isso misturado ao nosso dia-a-dia, e 24/7 é algo bem mais amplo e simples do que pintam. É justamente o contrário das relações onde se tem um parceiro baunilha para o “uso social” da relação, e um “dominador” que realiza suas fantasias pervertidas.

Pior é aventar algo com um estúpido desses! e há submissas, ops… pseudo-subs que compram essas figuras! Nada contra, mas então é melhor nem associar isso a uma coleira! eu teria vergonha, sério mesmo.

Pros dominadores iniciantes, eu diria que a melhor coisa a fazer é ter segurança, é uma característica esperada desse perfil, que ele seja seguro, verdadeiro, sincero e firme. Achar que precisa seguir um manual invisível e que o BDSM é só sexo é no mínimo ser tolo. Porque o BDSM não tem nada com o sexo… tem com o comportamento das pessoas, o sexo é algo que vem no pacote, mas é a menor parte no conceito BDSM.

É, eu tô ácido hoje, sarcástico e perigoso também, Eos que me aguente ;)

read more

OFF piada BDSM

O mundo animal cheio de exemplos…

pato dominador

read more