Uma submissa gostosa que busca relação séria?

Submissa gostosa, com foto… Procura relacionamento sério com DOM que seja sério (e não pense só em sexo) oi?!

 

Sempre refleti sobre isso… É uma vitrine de açougue

E depois reclamamos que o meio bdsm é sempre invadido por pessoas que procuram apenas sexo fácil, que não têm profundidade alguma e que não pensam em relacionamentos, mas em relações sexuais…

Pense comigo (se você é uma submissa que tem fotos de nudes suas ou mesmo de coisas que você fantasia e/ou goste, não se ofenda, não é uma provocação ou crítica, é uma orientação que parte da minha exclusiva opinião):

Vamos lá, vamos montar o cenário, você é uma submissa linda, gostosa, fotogênica, criativa, inteligente e interessante, que tem certa experiência no BDSM, tem disponibilidade para viajar e é a mulher perfeita para casar, com tantos atributos e disponibilidade, além da disposição… (e só um adendo, essa submissa existe, aos montes… Eu mesmo casei-me com uma assim.) Mas voltando ao assunto…

Aí o texto do seu anúncio está assim:

Submissa procura dominador sério, que tenha entre x e y de idade, more na cidade tal e busque submissa de alma, para relação profunda e séria. Com envolvimento e baseada no SSC ou RACK.

E a foto de chamada do seu anúncio é essa abaixo (tirei da internet, alguma foto famosa)

gostosa-de-costsas gostosa-turbinada

Agora vem a análise, pense:

Um dom sério, de respeito, que não busque apenas sexo, que é muito confundido com a temática bdsm, busca alguém que não se exponha, que seja como ele. E você não gostaria de ver fotos dele com o pau na mão, apesar de gostar de nudes, você iria preferir ver se o dominador tem mesmo a ver contigo, e isso o aproximaria de você, e só então uma outra parte da história (que também é muito relevante), vem à tona: Que é a aparência física e o conteúdo mais ligado ao sexo…

Então, quem acompanha meu blog já sabe que eu bato muito nesta tecla: não coloque fotos que não condizem com o seu discurso. Mesmo que você tenha um corpo maravilhoso, ele não pode ser o chamariz, senão vai aparecer muitos pretendentes, mas todos eles afim de te comer, e dificilmente nessa turma toda, você vai identificar ou mesmo ter saco de selecionar o dominador que vale a pena conversar. Pois todos só querem saber o tamanho da sua bunda e se os seus peitos são de silicone.

Não sei se me fiz entender, mas vejo esses anúncios como uma verdadeira vitrine de açougue, e se você busca sexo sem enrolação, ok, isso funciona demais… Mas se você busca alguém para ter uma relação que valha a pena, esse é só o terceiro passo no processo, as fotos são secundárias e não são elas que deveriam chamar a atenção da pessoa para que ela fizesse contato, mas um anúncio detalhado, direto e sem mensagens subliminares… Tudo precisaria estar muito claro e objetivo.

Então pense, o seu perfil público ou mesmo pros amigos, condiz com sua busca?

Se você quer algo mais do que só sexo, não ofereça o que vai induzir a pessoa a pensar só em sexo!

As pessoas fantasiam muito quando pensam em BDSM, e acham que é um mundo paralelo, e só porque é mais liberal, que cabe fazer essas exposições…

Dê sua opinião!

read more

Projeto Luxúria – Novo canal BDSM no YouTube!

Projeto Luxúria – Novo canal BDSM no YouTube! 

por Heitor Werneck

Recebi hoje uma nota de imprensa da publicação do canal do Heitor Werneck no YouTube, e como gosto muito do trabalho dele e do Projeto Luxúria, cá está meu quinhão:

BDSM é um acrônimo para a expressão ‘Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo’; um grupo de padrões de comportamento sexual humano. Até pouco tempo, tais fetiches não eram debatidos abertamente. Com o surgimento do fenômeno ’50 Tons de Cinza’, o BDSM ganhou os holofotes.

projeto-luxuria-heitor-werneckNo entanto, a realidade do universo fetichista é bem diferente da ficção. Um dos precursores do movimento no Brasil é o estilista e produtor cultural Heitor Werneck, que há dez anos lançou o Projeto Luxúria, uma das noites fetichistas mais consagradas do país.

Em comemoração a uma década da festa, o Projeto Luxúria acaba de lançar seu próprio canal no YouTube, a fim de desmitificar o BDSM. Quinzenalmente serão publicados vídeos com entrevistas de personalidades do meio, com aproximadamente dez minutos de duração cada.

Além de assinar o roteiro e a direção, Heitor Werneck também conduz a conversa. A primeira entrevistada é Domme Hot Mahara, que fala sobre empoderamento feminino, as responsabilidades de um dominador, a relação entre dominador e submisso, violência contra a mulher e feminismo dentro do universo BDSM.
O próximo entrevistado será com Toshi, mestre de amarrações de shibari (técnica japonesa de Bondage).

O link do canal é: https://www.youtube.com/channel/UC_yNxRPENdbx0X0e8r2NARQ

Eu já havia falado desse vídeo em questão neste link: http://www.dominador.org/entrevista-bdsm-heitor-werneck-do-projeto-luxuria/

read more

Entrevista BDSM – Heitor Werneck do Projeto Luxúria

Entrevista BDSM decente

Quem já leu algo dos meus posts, percebeu que eu sou crítico e desbocado. E valorizo muito as pessoas que tive a sorte de conhecer, que têm postura, caráter e espírito de colaboração.

Heitor Werneck é um desses caras… Ele produz o Projeto Luxúria, é conhecido no meio, mas acima de tudo, é uma pessoa que vale a pena sentar do lado e bater um papo, seja profundo ou superficial, sobre BDSM e pessoas. Sim, pessoas… Porque entender melhor o BDSM, depende absolutamente de seu olhar sobre as pessoas.

Abaixo o vídeo com duas partes da entrevista do TV Luxúria, que recomendo assistir. Este é com a Hot Mahara, uma Domme profissional.

Desfrute e compartilhe, e mais importante: Deixe sua opinião também!

 

read more

Por um mundo mais “igual”

Ser igual, para ser diferente

Eu fui à festa BDSM no dia 24/07, no Projeto Luxúria, do querido Heitor, da qual eu falei neste link. Mas isso eu vou escrever depois, para contar como foi.

Hoje venho escrever que assisti a um making of que o Heitor (do Projeto Luxúria) participou, e que eu adorei a ideia, e acho que precisamos de pessoas que abram a cabeça e comecem a ver as coisas mais claramente, com mais respeito e humanidade. Chega de tanto preconceito e estupidez. E eu não perco essa exposição, vamos?

read more

Discussões um tanto estranhas sobre o BDSM

Ser submissa ou ser uma ursa?

Lendo uma discussão sobre o que é submissão e me deparo com isso abaixo:

“A ursa americana, qdo chega a época de acasalamento procura o macho mais forte e poderoso e o ataca. E ela luta o mais ferozmente possivel. Caso esse nao a domine e subjulgue nao a tera. Caso seja mais forte q ela e a derrote, essa tera condicoes de a defender o proteger, e a prole, alem do q ela faria so. Por a do.inar ela se sente, apesar de machucada, segura, confiante, solida.
Estar com quem a domina adiciona conforto. Soma. O queva domina adiciona e por isso ela se entrega”

Mantive os erros de “digitação”, e forma de escrita. Foi copy+paste mesmo.

E comentários assim me fazem pensar como as pessoas são estúpidas. Queria dizer muita coisa sobre isso, pois meu pensamento voa e urra por algo que fincaria uma estaca no peito de um apedeuta desses. Claro, sobre BDSM.

As pessoas insistem em procurar uma explicação, como que um pretexto por serem do meio. E é tão frequente o pensamento medieval (e olha que adoro contos medievais! Mas pensamento retrógrado não me cai bem…), que eu não sei se vomito ou se rolo de rir.

Bom, não vou escrever mais sobre isso neste post, só quis mesmo compartilhar minha desaprovação. Respeito pontos de vista, mas não concordo com este. Não temos nada de ursos. Fui educado, pensando na máxima que se não for uma crítica para adicionar algo, melhor me calar, mas a minha resposta para essa pessoa deveria ser mais ou menos assim:

-Cala a boca!

E tenho dito.

PS.: coitadas das ursas americanas submissas.

read more