Procuro submissa

Procuro submissa

Procuro sumissaque seja inteligente, dedicada, que não necessariamente seja experiente no BDSM, mas que entenda o conceito de entrega e pertencer a alguém, que procure um dono, que queira amar e ser amada (é… dominadores também amam), que esteja disposta a mudar algumas coisas em sua vida para atender aos desejos de seu dono, seu mestre, seu dominador. Que seja submissa de alma, porque se não sentir o BDSM com a alma, não adianta dizer que é submissa…

Que não dite as práticas favoritas, mas que saiba servir ao seu dominador, seu dono… de forma que ele perceba seus gostos e taras. Que não veja o BDSM como um fetiche, ou como algo promíscuo e simplesmente vinculado ao sexo, pois o meu BDSM não precisa do sexo, mas sim da dominação e consequentemente da entrega.

Procuro uma submissa

que saiba sorrir de coisas simples, que seja mulher (se for bi melhor ainda!) que SEJA bissexual, porque ela não será a única mulher na relação… que seja divertida, completa! Quero uma submissa completa! Que saiba cozinhar ou que me ajude a cozinhar, pois eu adoro… Tenha seu próprio dinheiro, que queira compartilhar suas experiências e tornar o seu dono, o seu dominador alguém ainda maior, mais relevante, mais o homem que ela admira.

Ela precisa também acreditar que o BDSM para ter uma relação plena e virtuosa, precisa de pelo menos alguns pilares fundamentais: o envolvimento, a entrega, o respeito, a confiança, a dedicação e o sentimento… É, aquele que para muitas pessoas move o mundo… E para esse dominador que vos escreve também. Porque o amor é o cimento para se construir grandes coisas, é certo que a edificação tem formas variadas, mas a submissa que procuro não é uma sub que deixa passar em branco uma construção que tem um alicerce bom, sólido e pronto para continuar e ser um jardim… Daqueles onde é possível ver o BDSM ali encrustado em cada canto, em cada detalhe…

Procuro uma submissa

Procuro submissa bonita e gostosaque não tenha medo, ou que entenda que o medo é necessário, desde que ele não a paralise; que se arrisque mas não seja inconsequente, daquelas que adoram beijar, que adoram servir, porque conseguem ver o que outras submissas não vêem, algo que se perde em muitas relações: a simplicidade, a troca… Uma relação NORMAL.

A candidata precisa estar perto, ao menos numa cidade próxima, precisa não ser fumante, não usar drogas, não precisa ser necessariamente solteira, mas isso ajuda muito! Precisa entender o que é ser uma submissa, não ter isso como fantasia… Mas sentir a necessidade de ter um dono. Daqueles incondicionais, como na História de O, que saiba que a coleira dela está no laço que nos aproxima e une. Não numa joia ou num símbolo físico que o tempo desgasta.

Quero uma submissa que queira uma única vida, daquelas que andam de mão dadas com o seu dono e não entendem só por esta razão que ele é menos dominador, que ele pode ser um verdadeiro lorde, que ele é humano e tem gostos, fantasias, fraquezas e sonhos.

Ah! procuro uma submissa bonita e gostosa, claro!!!! eu sou bonito e gostoso, mas além disso ela também precisa ser inteligente e não ser fraca.

Este seria um modelo de um “pequeno anúncio” meu procurando a uma submissa. Digo pequeno, porque eu gostaria de listar mais N coisas e sei que muita gente concorda com meu ponto de vista… Esse é o perfil ideal de submissa, para estar do meu lado e para eu ter uma relação BDSM plena… Não para “sessões” é… Está entre aspas porque as sessões que ouço dizerem praticar no BDSM são na verdade trepadas rápidas com um pouco de dominação e SM. E eu sou aquele tipo de cara que gosta de namorar… Não de ficar… Entonces já viu né?

E resolvi escrever esse post para tentar explicar que viver uma relação BDSM é justamente viver! É normal como qualquer outra relação baunilha! É absolutamente sadia e completa a relação BDSM ideal… E claro que conforme o “freguês”, alguns pontos e preferências são diferentes; mas no geral eu vejo muita gente batendo cabeça porque não quer uma relação BDSM que seja só o chicote e as velas… Mas que fica perguntando no Fetlife se beijar na boca é BDSM… Se assistir um filme que não seja da temática com o dominador, pode ser ou não uma relação BDSM… Caraca! É BDSM tudo o que quisermos incluir no tema! As pessoas se esquecem de conceitos básicos de definição! Não transformamos algo para o mundo BDSM, não existe conversão.

E viva as diferenças, o modo de vida plural e originalmente: BDSM! =)

Esse assunto é algo do qual adoro tratar… ele dá pano pra manga.

Saudações…

 

Procuro Submissa ideal

read more

Onde se busca contatos e referências BDSM?

Há alguns canais onde encontra-se praticantes, creio que alguns com mais qualidade, outros com mais quantidade rsrs

Os canais que eu conheço e que julo relevantes:

Chat do UOL > Sexo > Mais Salas de > Sexo > Sadomasoquismo > SP e RJ (no meu caso que estou em SP… mas as salas dos dois estados são as mais ativas mesmo…

Bom porque tem muita gente, ruim porque tem muita gente… entendeu?

Fetlife (rede social que tem recursos de comunidade, fórum, eventos, perfis) o que permite que você encontre pessoas por afinidades, por preferências, localidade, etc…

Bom porque é mais focado, ruim porque tem panelinhas… mas acho que fonte de informação é o mais interessante por enquanto.

 

Site do Sr. Verdugo – Creio que um canal interessante para encontrar material de referência, de um dominador que é engajado e sério, lá também tem um classificado legal, é preciso ser registrado para ter acesso às informações dos anunciantes…

read more