Al Berto, Lunário

poesia bdsm blind date

MAOSUm pouco de poesia para nossa sexta-feira!

“O tempo de sedução terminou. Terás de me tocar, terás de
trocar o tacto dos olhos pelo tacto dos dedos. Apenas persistirá o
jogo, a cumplicidade, e uma ténue vibração do corpo que se
perdeu contra o meu corpo.
Por isso me ergo daqui e atravesso estas imagens coladas às
paredes, e ao atravessá-las descubro que estou perdido, e
condenado também a perder-te.”

Al Berto, Lunário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *